19.6.10

Presidente

Sou o presidente
De mim,
O residente
De mim.
Alugo minhas fibras
Do Tudo,
Com grande amor,
Aconteco sorridente,
Alegria e dor -
Sou meu presidente.



(Do livreto "Canion", lancado em 2007 pelo Presenca)

3 comentários:

Victor Meira disse...

Isso é uma boa notícia.

Arthus disse...

Então, pra que sistema republicano se todos somos presidentes?

ahoehopae

Abraços!

Heyk Pimenta disse...

olha isaac, tem o silêncio de quando a gente acha o poema fraco.
tem o silêncio de quando, apesar de gostar, ou não, do poema, ele não chega a gerar em nós um outro poema, ou um comentário.
esse foi o caso dessa vez. li, gostei. achei joia e fiquei quieto. acontece.

abração.