5.8.10

um haikai de inverno para essa cidade, já que o frio nos deixa contemplativos.


são flocos, blancos
trazem em mim o silêncio
de todas as eras

5 comentários:

isaac disse...

Muito boa leitura, frugal e contemplativo.

Guto Leite disse...

Gostei bastante! Bem coerente à proposta original do gênero, uma beleza! Só algo me freiou no "blanco", mas ainda não sei se feliz ou infelizmente. =) Grande abraço!

Victor Meira disse...

É, o blancos tem uma ginga. Deu um calor nos flocos gelados, eu gosto.

Mas diz aí: o que é que não nos deixa contemplativos? Hahahaha.

Iuri disse...

Um capuccino, pra acompanhar

Leo Curcino disse...

Bem gostoso de ler. "flocos, blancos" deu um ritmo legal.

Mas o silêncio compensou?