7.7.10

Volta Atrás Viva Vivida

Este post é uma resposta ao post anterior, do Tulio.
Gostei quando li, principalmente porque me fez lembrar de um fado "visceral", interpretado por Argentina Santos - mais portuguesa que ela, impossível.
A música tem um tom nostalgico, uma lamentação pelo tempo que passou e pela velhice que chegou, mas a sacada sobre o "passar" do tempo é simples, porém riquíssima.

Segue a composição de João de Freitas e Filipe Pinto, mas recomendo SERIAMENTE que ouçam a Argentina Santos cantar pra que consigam perceber a intensidade da coisa.
Um abraço!

Volta Atrás Viva Vivida

Volta atrás vida vivida
Para eu tornar a ver
Aquela vida perdida
Que nunca soube viver

Voltar de novo quem dera / A tal tempo, que saudade
Volta sempre a primavera / Só não volta a mocidade

A vida começa cedo / Mas assim que ela começa
Começamos por ter medo / Que ela se acabe depressa

O tempo vai-se passando / E a gente vai-se iludindo
Ora rindo ora chorando / Ora chorando ora rindo

Meu Deus, como o tempo passa / Dizemos de quando em quando
Afinal, o tempo fica / A gente é que vai passando

http://www.youtube.com/watch?v=eTfFin8Bvo8

4 comentários:

Leo Curcino disse...

esse samba dá roda!

Heyk Pimenta disse...

afinal o tempo fica, a gente é que vai passando. bateu doído. como o fado tem que bater, né?

Arthus disse...

e aquele olhar de final, de quem realmente sentiu o que falou.

bia pimenta disse...

e por fim o único axioma... "isso também passará". bacana, bacana. yeah, baby!