21.12.09

considerações sobre como fazer arte hoje.

Meus caros, vou fazer aqui algumas considerações do que tem me emocionado ultimamente. essa semana foi cheia:

EIXADA

: taí um puta livreto de poesia( vou chamar de livreto por causa da encadernação). peguei o Eixada pra ler várias vezes; uma pra ler as poesias mesmo, que me surpreendi imensamente pela qualidade dos poetas. não encontrei nada que gostasse mais ou menos e foi inevitável a comparação com outras publicações, onde geralmente eram 50 por cento de ótimas coisas e o resto bem mais ou menos, aqui no Eixada não, o livro é inteiro bom, digo mais: maravilhoso, li poesia de verdade de gente que tá metendo as cara legal, com força originalidade e paixão. As mulheres arrebentaram, to me apaixonando cada vez mais. Os hermanos sempre firmes na corda bamba.
Depois peguei pra ver a parte gráfica, que me surpreendeu pela simplicidade e coesão, impliquei no começo com os quadriculados de quase todas as páginas ( exceto as do Bacana), mas depois vi que funcionou imensamente pra unidade do livreto, diminuindo os contrastes e aumentando o lugar da poesia. depois fiz um estudo de imagens: maravilhosas, soa um som de familiaridade mundana no meio do caos. depois prestei atenção na edição: original, malandra, funcional e leve.
ou seja, é uma das melhores coisas que vi por aí, pelo conteúdo e objeto. não se encontra coisas assim todos os dias. Portanto Parabéns pra todos os envolvidos no projeto, já estou sedento pelo próximo!



Ainda bem que meu quarto é crescente

: meu primeiro livreto de poesia, lançado pela coleção Peri Go. quanto ao meu jeito de escrever digo: escrevo sem pretensões, mesmo, escrevo prq preciso, as vezes. mas isso tudo tem me dado uma enorme fome de poesia e tenho até trabalhado o poema ultimamente, o que geralmente não faço. mas o livreto vale a pena, prq tem coisas boas e faz parte de um movimento interessantíssimo de poesia aqui no Rio (com gente dos quatro cantos do mundo), é uma produção independente mas também um selo, uma coleção, devem ter uns vinte autores até agora, gente diversa, poesia diversa aumentando a qualidade da mesa. O Heyk fez a edição na camaradagem total, pelo simples fato de acrescentar. só tenho o que agradecer.
As poesias são boas sim, e estou disposto a trocar postalmente com qualquer artista do Brasil.
Enquanto isso, a gente segue fazendo!



Paraíso 90

: festa? manifestação autêntica da vontade criativa? invencionices de maluco? cena alternativa? movimento poético-musical contemporâneo? TUDO. na rua? de graça? com gente bonita saindo pelo ladrão? gente interessante? todas as tribos e arte boa? SIM. A Paraíso 90 vem sacudindo com potencia os anseios de arte, criando um espaço pra botar todo esse bloco na rua, dar vazão a quantidade de coisa boa que vem sendo feita por aqui, intercambiando experiências de criação autônoma, autêntica. e também se torna ela mesma um happening( seja lá o q isso for), uma performance, um meio de expressão. é dentro de casa e é na rua. é um chamado aos artistas que acreditam no faça vc mesmo. é a galera se alimentando literalmente de arte. toda a programação foi ótima, desde as fotos dos punks exibidas pelo Mirrela, até o lançamento do EIXADA com fundo musical( arrebentaram), Na Sala do Sino (!) Se tua mãe souber ( rock bem feito, divertido) a dupla do Fluxo Inverso ( anti-sistêmica,rap por fazer, liberdade de se expressar: e bonito), claro que teve a presença dos livretos da Peri Go, teve cineclub Mate com Angu, rango, cachaça, e irmandade. portanto galera, é banquete pra se comer com a mão, tudo junto misturado, e melhor: tá todo mundo convidado!

e por incrível que pareça, tudo isso aí em cima é feito por uma galera que tá conectada; então peraí, tá rolando um movimento, autêntico( adoro essa palavra) de arte por aqui, e a galera tá fazendo bem feito, trocando e enriquecendo de coisa boa as nossas possibilidades. é a hora de chegar junto.

Valeu !

7 comentários:

tomazmusso disse...

galera, eu não soube trabalhar a postagem, ficou muitoespaço pra baixo, que fazer? se alguem puder me dar uma dica, amanha eu mudo. se alguem puder fazer isso, melhor ainda. Valeu!

Victor Meira disse...

Tá na mão, Tomaz!

Victor Meira disse...

Po, legal, bom post, Tomaz!

Adorei seu comentário sobre o projeto gráfico, porque foi específico na descrição do que te incomodou naquele primeiro momento (a gradezinha). Fico feliz por você ter gostado.

Sobre seu livreto, achei legal a capa - o Heyk tá começando a tomar algum jeito pela coisa (rsrs). Quero ler qualquer hora, viu?

E da festa eu quero ver as fotos! Rolaram leituras do EIXADA? Rolou um lançamento mesmo ou ficou lá encostado num canto? Fala mais sobre isso lá no blog do EIXADA, Tomaz!

É isso, mano.
Um abração!

tomazmusso disse...

num ficou encostado não Victor! rolou sim. vou lá no blog sim. to sem net, entaoto meio em falta om minhas leituras virtuais. mas vou! Abraços!

Philippe Bacana disse...

VIVA O PERI GO!!
VIVA O PERI GO!!
sim, o Heyk pode num saber mas já achou a categoria dele nas plásticas. ta foda, mto bom!!! ele manda bem na diagramação das capas, sabe trabalhar com fonte o safado.

e eu,
sempre que rolar e quiserem gravura pra capa eu to produzindo ae aos companheiros PERIGUEIROS/PERIGUETES!

e oo EIXADA!!!
O!!!! agora sim!!! num vi ainda mas já gostei da cara.. boto fé.
isso mesmo; é osso,é bom pra saber que coletivao assim é preciso organização mas com vontade flui até demorando!

ihuu!!!

D'us abençoa a todos os artistas!
Luz no caminho reto de todos vocês queridos!

um grande abraço I-rmaos!

tomazmusso disse...

Boto Fé!

Heyk Pimenta disse...

é gente, eixada, peri go, e paraíso 90, é trinca fina!

olhem, só tem uma coisa, o tomaz tá escondendo o leite, ele fez a capa junto comigo. isso ele não disse!

as linas de fundo foram dele. e quase todas as ideias tbm.

lá vamos nós.

realmente, eu gostie da eixada inteira, tudo muito bom, li numa porrada e fiquei orgulhoso dos nossos pares...