24.10.07


..............pá-ti-fe-ra-pí-fa-no

...............patife
--------------------pa ti fer

........................................ ti fera pífano

ti fer, a pífano







Eis mais um parto do artista. BACANA.
(o concretinho que segue abaixo do quadro, é o título[dado pelo Heyk, comentário do Heyk tbm, a arte da Carina Bentlin)

5 comentários:

Victor Meira disse...

Porra Bacana!
Tô sem palavras, cara.

Cacete, como eu gosto disso...
Deixa eu pegar aqui um punhado das que me restam:

Do alto pescoço
a moça à flauta
e o belo sem pauta
em imagem musical
de doce sopro em
toque transversal

Sonidos
enchem os olhos
de retas em riste
e raros ruídos

Às curvas melódicas
de claves bemóis
e árvores lúcidas
nas ruínas
arrancadas
das formas
construtas

O belo
do silêncio
imagético

---
Parabéns rapaz, você deixa o zinabre florido.

Heyk disse...

bom.
o quadro.
o poema do victor, quando vem em forma de comentáiro ajuda a ver as coisas. agora, o poema , quando vem poema ajuda outras coisas. E ajuda até.

Parabéns aos dois.

Acho inclusive que eles deveriam andar juntos esses dois.

Vamos lá, o quadro é do bacana, o título é meu, a diagrmação concreta do título da carina, e o poema do victor...

Ê, família! Tô orgulhoso aaqui nessa terra, que como diria o fabrício "mais chove que vive, mais reprime que expressa"

viva!

Philippe (bacana) disse...

que isso Vitor, bom demais! haha gostei mano!!!

de tudo.
a poesia, essa união toda. a arte coletiva... olha ela aí, e nem eh grande coisa. ela acontece.

essa poesia do Vitor deve andar junto com essa tela sim... se a proposta é essa, tái mais um casamento.

abraço!!

Philippe, desde Higienópolis, São Paulo - SP.

Shabat Shalom

Vini disse...

bom mesmo

Heyk Pimenta disse...

gente isso num é casamento é suruba

porque tem a carina e eu nessa história.

hahaha

cola tudo aí bacana, e tá feito o troço!