27.10.09

enquantoeufordelápracácomapoesianamangaenabocaapalavraparadigerila

ficareisemmotivosparaviveroutravidaquenãosejaessaminhadeenvolver

adelicadezaperdidadavidaemminharetinasquasequecomotrembala

Um comentário:

Heyk Pimenta disse...

berimba, tá escrito retinas... tira o s.

gosto de texto colado asssim, um poema é respotsta do outro? se for gostei.